Uma porta para um quarto escuro

Reflexões sobre o cotidiano e a condição humana são expostas em 30 textos breves de linguagem próxima a uma conversa descontraída. Sutilmente, a voz narrativa introduz elementos da vida do autor, proporcionando o enredamento entre persona literária e a figura do escritor.
Em texto de introdução, Márcia Lígia Guidin (doutora em letras pela Universidade de São Paulo), destaca a literatura como um dos assuntos centrais. Na crônica-título, o fazer artístico é colocado em pauta e o leitor é levado a entender a tradição literária como uma chave para quarto escuro da alma.

PAPEL:

Eurobulk 135grs, 4 cores

DETALHES:

Capa dura com baixo relevo, laminação fosca e verniz brilho reserva

PRÊMIOS:

Prêmio Fernando Pini 2012 – Categoria: Livros Infantis/Juvenis

BUSCAR OUTROS LIVROS